Cartões

Mais de metade das microempresas aceitam pagamentos eletrónicos

Mais de metade das microempresas aceitam pagamentos eletrónicos

Um estudo sobre a utilização dos meios de pagamento, elaborado pela Inmark para a Mastercard indica que cerca de 57% das microempresas em Portugal aceita pagamentos com cartão contra 46,3% que não aceita.

De acordo com o estudo, entre os que não aceitam, fazem-no porque na sua grande maioria são empresários pouco propensos a pagamentos eletrónicos: educação, construção, publicitários, médicos e veterinários, formadores, industria e construção, entre outros”.

Paulo Raposo, Country Manager da Mastercard Portugal revela que na área dos profissionais liberais pode existir uma oportunidade com profissionais como os médicos, os veterinários até mesmo os canalizadores. Segundo o responsável falta alguma atualização da tecnologia, até possível fazer através do smartphone.

Entre os que aceitam os pagamentos, 30% só aceitam Multibanco e não outros meios, uma das razões é as comissões consideradas altas, e indicam que, caso as taxas baixassem, aceitariam outros cartões.  Segundo Paulo Raposo a regulamentação, que existe desde 9 de dezembro, e que está agora a passar para os comerciantes irá atenuar esta ideia.

O estudo revela mais dados. Cerca de70% de aceitação de cartões é feita por comodidade junto dos clientes. E pela facilidade das vendas, uma vez que fideliza e é seguro.

Este estudo foi realizado junto de empresas individuais e sociedades, com contabilidade organizada, que faturaram, em 2014 até 1 milhão de euros, localizadas em Portugal continental. De acordo com dados do INE, de 2012, o universo é de cerca de 360 mil empresas. O trabalho de campo envolveu 400 entrevistas, elaboradas em junho de 2015, com uma margem de erro de 5%.