Inovação

Fundação promove Appcoins com cimeira em Lisboa

A iniciativa, a 5 de Novembro, assinala o lançamento oficial da entidade dedicada ao desenvolvimento do protocolo baseado em blockchain, proposto pela Aptoide.

O lançamento oficial da App Store Foundation deverá acontecer no próximo dia 5 de novembro, no Museu do Oriente, em Lisboa.

Denominada App Store Foundation Blockchain Summit, a cimeira subordinada ao tema “How Can Blockchain Impact the Apps Economy?”, visa promover o protocolo baseado em tecnologias blockchain, apresentado pela Aptoide em 2017.

A fundação é apresentada como organização sem fins lucrativos dedicada a garantir a governação aberta do “ecossistema” AppCoins. Nesse contexto pugna por apoiar o desenvolvimento e inovação contínuos da tecnologia.

Não obstante, visa manter “a independência e sustentabilidade do protocolo AppCoins e apoiar o seu desenvolvimento com o objetivo de tornar-se no método de pagamento líder nas lojas de aplicações”, diz um comunicado.

Nesse sentido, a fundação assume o desafio de procurar adoção e suporte global do Appcoins por diferentes stakeholders tais como lojas de aplicações, utilizadores e programadores bem como na criação de parcerias estratégicas para a ampliação da base de utilizadores do ecossistema, tais como OEM, governos e fornecedores de meios de pagamento.

Esclarecer a comunidade de programadores

A organização da cimeira espera reunir entusiastas da tecnologia blockchain, com o propósito de servir e esclarecer a comunidade global de programadores e promotores de negócio baseado em aplicações móveis e lojas de aplicações.

Esse grupo inclui OEM e criadores daquele tipo de “ecossistemas”, promovendo o contacto entre todos, a partilha de conhecimentos e ainda momentos de aprendizagem. O programa apresenta painéis de discussão sobre a economia das aplicações e ainda sessões em paralelo, com principal foco no acompanhamento técnico com programadores.

Entre os oradores previstos estão Chris Jones, cofundador da Blockchain Seattle; Yue Shen, MIUI Business Developer da Xiaomi; Huishan Guo, Global BD Manager da Vivo Smartphone; Jordan French, editor executivo da Block Telegraph; Ronnie Tan, VP & Managing Director, na Gumi Asia; TN Lee, KyberNetwork; André Matos, MicroRaiden; e Randy Tejada, Cherry Mobile.

As AppCoins, com base no protocolo homónimo,  foram lançadas em novembro de 2017 pela Aptoide, startup portuguesa com mais de 200 milhões de utilizadores. O objectivo da empresa responder três “grandes lacunas” que dizem existir no mercado de aplicações actual – publicidade, compras nas apps e validação da reputação de produtores de apps .

“Podem ser utilizadas para serviços e trocas dentro das próprias lojas de aplicações e respetivas aplicações”, esclarece um comunicado. Segundo a fundação, neste momento o protocolo já está operacional na loja de apps da Aptoide, uma das primeiras do tipo a adotar e utilizar tecnologia blockchain.