Meios de Pagamento

Digitalização das vendas será um dos legados do COVID-19

Digitalização das vendas será um dos legados do COVID-19
A REDUNIQ lançou uma nova medida de apoio à agilização da transição do processo de pagamentos dos negócios portugueses para o meio online através da disponibilização de um serviço de emissão de links de pagamento seguro para os consumidores. De acordo com a marca da Unicre, a pandemia vai acelerar a digitalização das vendas.

Em comunicado, a REDUNIQ explica que pretende “agilizar a digitalização dos negócios em Portugal através da utilização de uma solução de aceitação de pagamentos por email, que permite a qualquer negócio (loja, restaurante, clínica, etc.) manter o seu processo de vendas sem a necessidade de ter uma loja online.”

Tiago Oom, diretor do acquirer português, acrescenta que “perante o contexto atual, em que a grande maioria dos negócios tiveram de fechar as portas temporariamente, e no qual o e-commerce registou um aumento exponencial do número de transações, seria imperativo dar resposta às dificuldades sentidas sobretudo pelos pequenos comerciantes, de forma a garantir que estes pudessem prosseguir com a sua atividade ao transitar o seu processo de pagamentos físico para o meio online”.

De acordo com o responsável, apesar do crescimento do e-commerce em Portugal nos últimos anos, “muitos são os negócios que ainda não têm condições para uma integração com plataformas de e-commerce, e por isso a REDUNIQ decidiu facilitar o processo de adesão ao seu serviço de pagamentos por email (REDUNIQ @Payments), ao oferecer o custo de adesão, sendo que o comerciante não tem também qualquer mensalidade ou custo fixo, pelo que só terá de pagar a taxa associada às transações efetuadas pelos seus clientes. Desta forma, será mais fácil dar continuidade ao negócio a partir de uma solução que permite emitir links de pagamento seguro para os consumidores, que são automaticamente enviados por email”.

Para além destas medidas, a REDUNIQ está a promover a utilização de meios alternativos ao pagamento com dinheiro, nomeadamente cartões, smartphones e wearables com a tecnologia contactless, em que o pagamento é efetuado apenas por aproximação ao terminal. Segundo dados da empresa referentes ao mês de março, o volume de transações por e-commerce efetuadas por lojas em Portugal teve um aumento de mais de 110% face ao período homólogo. Já a utilização da tecnologia contactless registou uma subida de mais de 113% em comparação com o mesmo período do ano passado.