Nik Storonsky

Os pagamentos no centro do negócio

Foi no palco do Websumit que Nik Storonsky, CEO e Fundador da Revolut, afirmou:

“Os pagamentos estão no centro de qualquer negócio, por isso criámos uma solução que responde não apenas à procura das contas comerciais, mas também aos requisitos de aceitação de pagamentos. As empresas em toda a Europa sabem que, agora, é essencial para o seu sucesso poder fazer negócios online. É por isso que introduzimos uma nova forma segura de aceitar pagamentos através de websites e permitimos aos clientes sem uma presença online receber pagamentos rapidamente através de links seguros. A nossa missão é democratizar a aceitação de pagamentos e já estamos a fazer esse caminho ”.

Este processador de pagamentos com cartão permitirá a negócios de 13 países europeus aceitar pagamentos com cartões, online, diretamente para as suas contas. Esta nova ferramenta integrará os diferentes planos empresariais, permitindo às organizações e freelancers uma solução end-to-end.

Os clientes empresariais da Revolut beneficiarão de uma taxa de 1.3% para cartões pessoais do Reino Unido e Espaço Económico Europeu (EEE) e uma taxa de 2.8% para todos os outros cartões. Os clientes Revolut Business com planos pagos terão também como benefício a aceitação de pagamentos com cartões do Reino Unido e EEE sem custos adicionais. A entrada da Revolut neste mercado coloca a fintech britânica a concorrer com empresas como a Stripe e a Adyen. A nova funcionalidade permite aos clientes Revolut Business gerir tudo num único local, sem necessitar de conciliar sistemas de processamento de pagamentos e plataformas bancárias.