Entrevista

João Girardi, Regional Managing Director da Castles Technology

João Girardi

“O desempenho da tecnologia tornou-se crítico para o sucesso do negócio de pagamentos, há um conjunto de tendências que seguramente vão marcar o futuro próximo”

Entrevista a João Girardi, Regional Managing Director da Castles Technology

Na sua intervenção durante o SmartPayments Congress 2020 falou de como as tendências tecnológicas estão a impactar o setor dos pagamentos. Que tendências são essas e como vê o futuro dos pagamentos?
O desempenho da tecnologia tornou-se crítico para o sucesso do negócio de pagamentos, há um conjunto de tendências que seguramente vão marcar o futuro próximo. Saliento, nomeadamente:

  • Transformação digital: A crise só veio acelerar a digitalização, direcionando tanto para a eficiência quanto para a redução de custos. Por exemplo, à medida que o Open Banking ganha mais força, os bancos tradicionais irão otimizar a sua estratégia e execução de API. A tecnologia Android é um driver facilitador para a estratégia e execução da API.
  • Adoção acelerada de pagamentos contactless: Como há mais relutância em tocar em dinheiro (que muitas vezes é percebido como um potencial transmissor de infeção COVID_19), os pagamentos sem contato são outra área que cresceu consideravelmente. O limite para pagamentos sem contato na Europa aumentou imediatamente de € 30 para € 50, introduzindo uma categoria totalmente nova de transações para pagamentos sem contato.

O aumento dos pagamentos sem contato é uma oportunidade para os comerciantes tornarem o processo de checkout mais rápido, seguro e conveniente.

  • A revolução móvel é imparável: Mais da metade dos consumidores em todo o mundo possuem um smartphone
  • 27,7 milhões de dispositivos mPOS em 2021 (vs. 3,2 milhões em 2014).
  • O retalho está a substituir as áreas centrais de checkout por equipas de vendas equipadas com dispositivos mPOS.
  • Começam a surgir soluções SoftPOS no mercado.
  • Aumento do uso de mobile wallets: Cerca de 2,1 bilhões de clientes usavam mobile wallets em 2019, um setor que alcançará 1,47 trilhão USD em 2020. Exemplo disso são grandes empresas como Apple, Google e Samsung a liderar este movimento.

De salientar também o “Big Data” como um driver importante

Mudando rapidamente para o ambiente instantâneo e pagamentos alternativos graças à tecnologia Android

  • Biometria e autenticação digital: A capacidade de QR Codes armazenarem grandes quantidades de dados.
  • De acordo com os dados do setor, em 2021 haverá mais de 18 bilhões de transações biométricas por ano. Irá também revolucionar o processo de checkout, tornando os pagamentos online e na loja mais seguros.
  • Self-Service, a nova coqueluche dos pagamentos: Variedade de soluções de autoatendimento (quiosques, vendas, transportes)
  • Interatividade, controlo sobre os processos de check-in e pedidos. O que vai implicar funcionários dedicados a mais responsabilidades relacionadas ao relacionamento com o cliente e melhorar a eficiência operacional geral.
  • Crescimento da experiência do cliente: Na perspetiva de ter uma melhor user experience e segurança a própria Amazon nas lojas físicas já está a testar vários tipos de checkout e de pagamentos.

Os pagamentos digitais são o futuro. Estamos a assistir a uma transição nítida dos meios de pagamento do dinheiro físico para os meios de pagamento digital.

Podemos dizer que a maioria dos players do setor dos pagamentos não acreditam que a evolução dos pagamentos elimine, pelo menos no curto prazo, o cash ou o cartão de débito. Mas se tentarmos imaginar o futuro dos meios de pagamento, sobretudo dos físicos, qual será a próxima solução de pagamento a ser amplamente adotada pelos consumidores?
O ecossistema de pagamentos está a mudar rapidamente – e vimos isso recentemente com a COVID-19. Os consumidores são os big players na mudança – o seu comportamento irá impulsionar essas mudanças (mobilidade, pagamento uniforme, comportamento do consumidor (rápido, simples, anónimo), omnicanal, personalização). Em Portugal, por exemplo, 45% dos portugueses mudaram para os pagamentos digitais nas lojas. Acreditamos que o futuro dos pagamentos será digital – sem contato – biometria e transações sem dinheiro.

Este ano fica marcado, sobretudo, pela elevada adesão dos portugueses ao contactless. A seguir serão os wearables a ganhar terreno?
Provavelmente, o impulsionador mais importante do crescimento do volume de pagamentos wearable é a popularidade geral dos próprios dispositivos. Espera-se que os consumidores aumentem a procura por dispositivos portáteis habilitados para pagamento, como pulseiras, anéis, relógios, etc. no futuro. De acordo com um estudo de mercado pela consultora Reports and Data, o mercado global de wearables deverá crescer de 312 bilhões USD em 2018 para mais de 1,1 trilhão USD em 2026, representando uma taxa de crescimento anual composta de 15,3%.
Mas precisamos estar atentos à atual escassez de componentes de chip que pode afetar esse crescimento e o custo de tais wearables (ou seja, Apple Watches), e também às questões de segurança.

No retalho, em particular, temos assistido à adoção de soluções de pagamento que pretendem, sobretudo, oferecer maior conveniência aos consumidores, como o Amazon One, que permite pagar com a palma da mão. Como vê os sistemas POS do ‘futuro’, tendo em conta as exigências dos consumidores?
Os in-stores POS têm evoluído com as exigências dos consumidores e com as novas tecnologias. Vimos ultimamente com a COVID 19 que a tecnologia dos POS permitiu o aumento das transações em 50€ rapidamente. A Castles Technology já permite a integração de autenticação biométrica.

De que forma é que a Castles Technology tem investido em inovação? Qual é a estratégia para os próximos anos neste âmbito?
A Castles Technology é uma empresa que investe bastante na sua RD. São exemplo disso dados como:

  • Fomos a primeira empresa a introduzir o contactless no mercado.
  • A primeira empresa a introduzir soluções de “unattended” all in one no mercado.
  • Pioneiros também no que diz respeito a certificações PCI6 Android 9

A inovação faz parte do nosso ADN.

Que novidades podemos esperar da Castles no próximo ano?
Com produtos de vanguarda e com alto padrão de qualidade e acabamento, a Castles technology foi precursora dentro do mercado Europeu no desenvolvimento de meios de pagamento com tecnologia Android, tanto para o segmento dos retalhistas quanto SMBs. Rapidamente a Castles Technology tornou-se referência no mercado, sendo hoje um dos principais players dos meios de pagamento.
Somos reconhecidos por desenvolver produtos premium, é hoje também a maior marca de meios de pagamento Android do mercado, com um portfólio completo de produtos para atender todos os segmentos (mobile, desktop, unattended, smartPOS).
Em 2020 a nossa gama de produtos comercializados foi ampliada pelo desenvolvimento de uma oferta completa de serviços: TAAS (Terminal As A Service), oferta que pretendemos desenvolver.
Vamos continuar a nossa trajetória de crescimento com a abertura de novas sedes (França, Inglaterra, Ammam,…), oferecendo maior satisfação e agilidade aos clientes.
Temos sempre presente a excelência, não medimos esforços para entregar produtos com cada vez mais qualidade, agregando novas soluções na medida que as tecnologias vão evoluindo. Isso tudo pensando no que é mais importante para nós: a plena satisfação dos nossos clientes.