Incentivos

ACEPI promove comércio digital junto de PME

A Associação Economia Digital está a promover um roadshow para promover o comércio digital junto de pequenas e médias empresas.

O Programa ComércioDigital.pt – Qualificar o Comércio e os Serviços para a Economia Digital tem como objetivo promover a presença online de 50 mil empresas portuguesas do setor do comércio e serviços.

O plano assenta numa iniciativa conjunta da Associação Economia Digital (ACEPI -) e da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP). Conta ainda com o apoio do Ministério da Economia.

A iniciativa visa promover a primeira presença online de 50 mil empresas portuguesas do setor do comércio e dos serviços, dando-lhes a conhecer ferramentas de marketing digital.

Outro dos seus objectivos é que as organizações empresariais consigam, com os instrumentos, modernizar e internacionalizar os seus negócios. Trata-se de aproveitar novas oportunidades no contexto do comércio online e da economia digital à escala mundial.

Na sessão oficial de lançamento, em Leiria, Pedro Siza Vieira, ministro-adjunto e da Economia, considerou que o projeto da ACEPI “é visionário”, segundo um comunicado da associação. Trata-se, acrescenta a nota “de uma das maiores oportunidades de sempre para as empresas do comércio e dos serviços, acederem às condições necessárias para beneficiarem do potencial da economia digital. Sobretudo considerando que dentro de pouco tempo quase 70% dos portugueses irão fazer compras online e apenas 40% das empresas portuguesas têm atualmente presença na Internet”, refere a nota de imprensa.

Alexandre Nilo Fonseca, ACEPI

Por seu turno, Alexandre Nilo Fonseca, presidente da ACEPI, vincou que “se tivermos em conta que, atualmente há mais de 1.400 milhões de compradores online no mundo, dos quais 500 milhões compram no estrangeiro, facilmente compreendemos a magnitude das possibilidades que o mundo digital nos disponibiliza”.

Rede capilar de apoio à digitalização das PME

O programa cria ainda “uma rede capilar de técnicos à escala nacional que possa apoiar as empresas de perto e localmente na sua transformação digital, e para a qual contamos com o apoio de cerca de uma centena de associações comerciais e profissionais”.

No site oficial do programa passou também a estar disponível o acesso a uma “Academia”, com cursos simples e práticos, de curta duração, incluindo temas relacionados com os passos e requisitos necessários para uma empresa ter uma presença online.

O ComércioDigital.pt prevê ainda a realização de um importante conjunto de estudos: sobre os negócios na Internet, os mercados online e os novos consumidores

As microempresas e PME que aderirem ao Programa do ComércioDigital.pt irão beneficiar de um voucher para um serviço gratuito “3 em 1” pelo período de um ano. Esta oferta engloba um domínio registado “.pt”, uma ferramenta de construção e alojamento de site e caixas de correio eletrónico.

Os aderentes terão ainda acesso a serviços complementares de apoio, à digitalização dos negócios das empresas aderentes incluindo o desenvolvimento das lojas online e presença em marketplaces; a implementação de um selo de confiança; publicidade e marketing digital; acesso à Internet e serviços de telecomunicações; serviços de hosting e cloud; banca digital e pagamentos eletrónicos; logística e distribuição e software de gestão.