Automatização

Robot-Advisor, depositar em algoritmos matemáticos a consultoria financeira digital

Robot-Advisor

Robot-Advisor, depositar em algoritmos matemáticos a consultoria financeira digital

Em que consistem estas recomendações automaticamente alinhadas com o perfil e necessidades do cliente? E como é que funcionam?

Apesar do seu funcionamento variar de empresa para empresa, os robot-advisor têm pontos em comum, resumidos da seguinte forma:

  1. Através de um questionário, na maioria dos casos online, é avaliado o perfil do cliente face ao risco e as suas preferências em termos de investimento
  2. O robot constrói um portfólio de investimentos alinhados com o resultado do perfil do cliente
  3. Especialistas em investimento monitorizam e acompanham o mercado de investimentos de forma a garantirem que o portfólio definido para o cliente se mantém adequado
  4. Alguns consultores robóticos incluem acesso a um consultor (humano) que pode ajudar a priorizar metas e fornecer recomendações sobre como alcançá-las. No entanto a intervenção humana é reduzida
  5. O cliente acompanha de perto a evolução do seu portfólio

Uma das questões que se coloca é se este tipo de serviços automatizados está ou não a ameaçar consultores financeiros tradicionais?

Tem sido opção de muitos consultores financeiros aliarem-se a estes robot advisor e não competirem com eles. Do lado dos bancos, a verdade é que em termos de custos, esta automatização permite reduzir custos, pois a consultoria financeira tradicional é muito bem paga. Para além do facto das taxas aplicadas aos serviços dos robot-advisor serem geralmente mais baixas, o que permite alargar o leque de potenciais clientes, a acrescentar que as gerações mais tecnológicas olham com bons olhos para este tipo de soluções.

Os investimentos automatizados estão a crescer e muito há ainda para inovar e evoluir neste formato de serviço financeiro. Os novos consumidores, são cada vez mais recetivos a embarcarem numa combinação perfeita entre inovação, tecnologia e serviço.