Internet

Visa assume investimento estratégico na Klarna

142003.248713-visa

A Visa e a Klarna anunciaram o estabelecimento de um acordo que prevê o investimento em soluções de pagamento inovadoras.

Recorde-se que a Klarna é uma empresa europeia que assegura pagamentos online servindo cerca de 60 milhões de consumidores e 70 mil retalhistas.

O investimento e a parceria planeada decorrem de uma visão partilhada entre ambas as companhias para acelerar o comércio online e móvel em benefício dos consumidores e comerciantes em toda a Europa.

O plano de investimento da Visa integra uma estratégia global para expandir o seu ecossistema e apoiar um vasto leque de novos parceiros que vão ajudar a redefinir e a melhorar a experiência de compra dos consumidores globalmente.

A Klarna desenvolve produtos que abordam as mudanças das preferências dos consumidores, dando-lhes flexibilidade “e a experiência perfeita que estes esperam ao realizar compras”.

“A Klarna tem vindo a demonstrar o seu expertise no âmbito das compras de crédito e online. Juntos, partilhamos a visão de como as experiências de comércio online e mobile de hoje podem ser tão simples quanto são no mundo real”, referiu a propósito Jim McCarthy, vice-presidente executivo de Inovação e Parcerias Estratégicas da Visa Inc.

Por seu lado, Sebastian Seimiatowski, diretor executivo e co-fundador da Klarna assegurou que “a parceria entre a Visa e a Klarna é um ajuste natural. Ambas entendemos o crédito ao consumidor e o valor da centralização do consumidor no desenvolvimento de soluções de pagamento inovadoras”.

Segundo a Forrester, espera-se que a Europa assista a um crescimento das vendas online na ordem dos dois dígitos, nos próximos anos.  Até 2021, o aumento do número de dispositivos conectados e melhorias nas funções de conectividade do mobile deverá guiar as vendas online para atingirem cerca de 12% do total de vendas dos retalhistas na região. Além disso, espera-se que as vendas de retalho online cresçam a uma taxa média de 12% ao ano nos próximos cinco anos na Europa Ocidental.