Inovação

AFIP criou grupo de trabalho RegTech

O Grupo de Trabalho RegTech da AFIP assinalou o arranque das suas atividades com a promoção de um encontro no início do corrente mês.

A Associação Fintech e Insurtech Portugal (AFIP) anunciou a criação de um grupo de trabalho RegTech que visa “inspirar a inovação, promover a colaboração e apoiar o ecossistema RegTech”.

O Grupo de Trabalho RegTech da AFIP fornecerá conteúdo relacionado com estatísticas, regulamentação, inovação e melhores práticas globais, incluindo o contexto local para apoiar a adopção e melhores decisões, explica a AFIP em comunicado.

Em causa estão os “os crescentes cenários de regulamentação e as novas tecnologias disponíveis” que irão promover “novos modelos de negócios e inovações que os promotores e as startups recentes testarão com investimentos significativos”.

É exemplo desse novo cenário de regulamentação, a transposição da directiva PSD2, relativa ao novo regime jurídico dos serviços de pagamento de moeda eletrónica, recentemente aprovada na generalidade na Assembleia da Republica, e que está atualmente a ser apreciada na especialidade pela Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa do Parlamento.

A organização pretende reunir todas as partes interessadas para debater, colaborar e promover esta nova realidade. Os fundadores, especialistas em cada uma das valências que compõe o universo RegTech são  Luís Dias Alves, na área legal, Jorge Gamito Pereira, na área de tecnologia, e Ricardo Ribeiro, nos serviços financeiros.

Para promover o novo grupo de trabalho a AFIP realizou o primeiro encontro RegTech, em Lisboa, na qual reuniu 70 convidados representativos da banca, seguros, fintechs, consultoras, reguladores e Academia. A sessão contou com a presença de uma oradora internacional, Lisa Rabbe, que partilhou a sua perspetiva e a experiência do sector financeiro e regulatório na Europa e nos EUA.