Jogos Olímpicos

Visa introduz wearables para pagamentos nos Olímpicos de Inverno

Será possível pagar com luvas, autocolantes e pins durante os próximos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, em PyeongChang, graças a uma inovação promovida pela Visa. A empresa, que desde o início do ano tem colaborado com a IBM na criação de wearables de pagamento, vai introduzir no mercado três dispositivos deste tipo.

A tecnologia é relativamente simples. As luvas, autocolantes e pins terão NFC (Near Field Communication) para permitir a realização de pagamentos contactless em terminais equipados com a tecnologia. É uma prova de conceito para a empresa, que tem um acordo exclusivo com a organização dos Jogos Olímpicos de Inverno.

Iain Jamieson, country manager da Visa na Coreia, fala de uma transformação da experiência de pagamentos. “Temos trabalhado de forma incansável para garantir que todos os espaços Olímpicos disponibilizem os equipamentos de pagamentos mais recentes, de modo a providenciar a melhor experiência possível para todos os presentes”, refere.

A produção destes wearables ficou a cargo da Lotte Card, braço financeiro da gigante do retalho sul-coreana Lotte Department Store. Os dispositivos são pré-pagos e foram postos à venda esta semana. Durante os Jogos, que decorrem entre 9 e 25 de fevereiro do próximo ano, os wearables vão estar também disponíveis para compra nas Superstores Olímpicas e nas vending machines da Visa, colocadas estrategicamente no recinto.

“Na indústria dos pagamentos tem havido uma transferência, cada vez mais evidente, do plástico para o digital através de novos avanços tecnológicos desenvolvidos pela Visa e pelos seus parceiros, o que permite aos consumidores uma experiência de compra simples e segura”, destaca a empresa.
As luvas serão provavelmente os itens mais úteis, já que a temperatura rondará os 5 graus negativos. São fabricadas com um chip de dupla interface com uma antena contactless capaz de efetuar compras em todos os leitores compatíveis a nível global. Vêm com valores pré-pagos de 25 ou 40 euros.

Quanto aos pins, sempre muito cobiçados como colecionáveis, haverá quatro modelos distintos a custar 4 euros cada um e com 25 a 40 euros pré-carregados. Já os autocolantes podem ser colocados em praticamente todas as superfícies e terão valores mais elevados, dos 25 aos 160 euros. A coleção é composta por oito designs, incluindo Soohorang – mascote oficial de PyeongChang 2018 e a bandeira Coreana.
Além dos wearables, a Visa vai gerir toda a estrutura e rede do sistema de pagamento disponível na competição, o que inclui mais de mil terminais de pagamento sem contacto que vão aceitar pagamentos móveis ou através de wearables.