black friday

Vem aí a Black Friday. Aproveite os descontos em segurança

A última sexta-feira de novembro traz de volta a Black Friday. O evento nasceu nos Estados Unidos e é lá que garante maior destaque, mas um pouco por todo o mundo ganhou tração e assumiu-se como um dia de promoções, que dá o “pontapé de saída” para a época de compras de Natal. Na génese, era sinónimo de promoções nas lojas físicas. Com a popularidade do comércio eletrónico a Black Friday ganhou escala e hoje, embora continue a poder ser aproveitada offline, a grande dinâmica passou para o ciberespaço e para as promoções online.

Em Portugal, a tradição da Black Friday ainda é pouco significativa, embora nos últimos anos as principais cadeias de retalho tenham começado a assinalar o evento e a apresentar promoções exclusivas para essa data, sobretudo no domínio da eletrónica. Lojas como a Worten ou a Fnac já começaram a contagem decrescente para a “sexta-feira negra”, na área do site onde habitualmente colocam estes descontos.
A nível internacional as campanhas de Black Friday são anunciadas com semanas de antecedência. Nos EUA os principais retalhistas já revelaram o que vão vender na última sexta-feira do mês e, em muitos casos, durante o resto do fim-de-semana, até que o stock se esgote.

Se este ano pretende aproveitar promoções alusivas à data, por cá ou fora do país, vale a pena não esquecer algumas regras de boa prática. Valem para qualquer compra online, em qualquer altura do ano, mas assumem principal destaque nos momentos em que o entusiasmo com um bom preço pode fazer esquecer alguns cuidados básicos, regras de ouro para ficar satisfeito com o investimento feito.

• Evitar compras por impulso
A generalidade das marcas anuncia a sua campanha de Black Friday antes do lançamento. Se tem planos para fazer compras nesta altura, vale a pena tentar informar-se como alguma antecedência para evitar compras por impulso e entusiasmos exagerados com o tamanho do desconto anunciado. Admita que o desconto pode não ter por base o melhor preço para o produto em questão durante o resto do ano e que tirará melhor partido da promoção se souber exatamente o que está a comprar.

• Fazer uma lista de compras
As campanhas que os fabricantes prepararam para a Black Friday, sobretudo numa perspetiva internacional, são em muitos casos bastante agressivas, com preços realmente tentadores. Ainda que quem procura oportunidades no evento deixe sempre alguma margem para ser surpreendido por algo que não está à espera, é prudente preparar uma lista de compras e direcionar a atenção para o que realmente precisa, ou já tinha planos para comprar, ou corre-se o risco de nem notar as poupanças, porque o gasto total foi muito superior ao previsto.

• Verificar se a promoção é tão boa como parece
Há várias formas de o fazer. Recorra a um comparador de preços para perceber o preço médio do produto em questão. Se antes da Black Friday já sabe o que pretende comprar, vá monitorizando os preços para perceber se na data do evento as reduções de preço são tão significativas quanto se anunciam. Há dois anos a DECO fez este trabalho e concluiu que nos dias antes da Black Friday algumas marcas sobiam os preços dos produtos em 10%, para no dia apresentarem uma promoção mais apelativa.

 

Regras para trocas, devoluções e anulações mantêm-se em dia de Black Friday

As regras aplicáveis às compras online no resto do ano, são as mesmas em dia de descontos. No que se refere à realidade portuguesa, que se aplica em toda a União Europeia, os lojistas estão obrigados a fornecer uma garantia de dois anos em relação ao produto novo vendido. O prazo desce para um ano no caso de produtos usados. O cliente tem ainda direito ao reembolso ou reparação, caso o produto vendido tenha defeito e também pode cancelar a compra e receber o dinheiro de volta. Este direito ao cancelamento ou anulação de uma compra aplica-se a bens e serviços e sempre que a aquisição tenha sido feita a um profissional. Em Portugal o prazo para exercer esta possibilidade é de 14 dias, noutros países da UE pode variar, mas nunca pode ser inferior a sete dias após a data de receção.

Ler bem as condições de venda
As regras aplicáveis ao comércio eletrónico na União Europeia podem não se aplicar fora da região, por isso vale a pena ler a informação disponibilizada pelo site em que vai fazer compras na secção de Termos e Condições, para perceber que direitos e deveres lhe cabem. Prazos de entrega, condições de troca ou devolução ou garantias em caso de rutura de stock são aspetos que vale a pena esclarecer antes de pagar.

Confirmar despesas de envio
Normalmente, antes de completar uma compra online, o cliente tem informação clara dos valores que vai ter de pagar, associados a taxas relacionadas com o envio ou entrega. Certifique-se que teve acesso a esta informação, que o valor de taxas não compromete a atratividade da promoção e que não há mais despesas para suportar no momento em que receber o produto.

• Escolher sites de confiança
Antes de fornecer quaisquer dados pessoais ou da conta bancária, verifique se o site onde pretende fazer compras oferece garantias de segurança. Um endereço https, é sinal de uma ligação mais segura (por comparação a um http), selos de segurança e confiança são outro indicador positivo. Fazer uma pesquisa para recolher opiniões de outros consumidores, no caso do site ser menos conhecido, também pode ser uma boa opção para perceber se existem más experiências de compra com aquele fornecedor ou plataforma.

Garantir pagamentos seguros
Depois de verificar que o site onde está a fazer compras é seguro, ainda há espaço para ponderar opções de pagamento. Consulte sempre as possibilidades disponíveis e tenha em atenção que quanto menos garantias de segurança a plataforma lhe oferecer, mais prudente será preservar dados o mais possível. A nível local é provável que possa escolher entre multibanco, transferência bancária, cartão de crédito e sistemas de pagamento virtuais, como o PayPal ou o MBNet (válido sempre que a marca dos cartões compatíveis for aceite para pagamento). Em sites internacionais prevalecem normalmente as três últimas opções.