Seguros

Blockchain poderá ajudar a detetar fraude em seguros

Rui Serapicos, diretor-geral da CIOnet Portugal

O “Fidelidade Insurance Challenge” tem como objetivo perceber de que modo é que a tecnologia blockchain poderá ajudar a detetar fraude em seguros.

A Aliança Blockchain anunciou que a seguradora Fidelidade já selecionou as equipas que vão passar à próxima fase do desafio promovido na área de seguros.

Segundo a Aliança, este é mais um dos desafios colocados pelo consórcio em Portugal. No caso concreto, o “Fidelidade Insurance Challenge” tem como objetivo perceber de que modo é que a tecnologia blockchain poderá ajudar a detetar fraude em seguros.

O desafio apresentado pela Fidelidade está relacionado com a possibilidade de serem comercializados seguros para eventos desportivos (one-time insurances).

As equipas qualificadas para a segunda fase do Blockchain Fidelidade Insurance Challenge, cujos nomes não foram para já divulgados, “propuseram soluções inovadoras baseadas em características como a acreditação e identificação clara das partes envolvidas, a segurança e a privacidade das transações ou a eficiência de recursos”, explica a Aliança em comunicado.

Rui Serapicos, embaixador da Aliança Portuguesa de Blockchain sublinha que “o setor dos Seguros será um dos que mais rapidamente poderá beneficiar do uso da tecnologia Blockchain e a Fidelidade está a apostar desde cedo neste paradigma”. 

O outro desafio deste Challenge está relacionado com seguros paramétricos, onde, no contexto atual, existe um conjunto de parâmetros que nos rodeiam e cujos eventos que espoletam são também reconhecidos de forma unívoca pelas várias partes. Pretende-se neste desafio a criação de um modelo de seguro paramétrico, aproveitando a capacidade de monitorizar risco online com base em parâmetros e no reconhecimento em Blockchain de eventos espoletados.